Triatlo longo de Cascais

0

O meu grande objetivo é fazer o Challenge Roth 2016 (Swim 3.9km, Bike 180km, Run 42km), até lá tenho um conjunto de provas para fazer, entre elas estava o Triatlo longo de Cascais (distância do Half Ironman), precisamente metade da distância de Roth.

O culpado disto tudo (o Vasco) umas semanas antes percebeu que não podia ir, por isso fiz a distância longa com o Eduardo e o Luís.

Na distância world (Swim 1.5 km, Bike 42,5km, Run 10km) estiveram a Isabel e o Francisco, que preparam o Lisbon Triathlon de 2016, esta prova servia para terem um primeiro contato com o triatlo e obter experiência para o grande objetivo. A verdade é que há poucos meses atrás nem pensavam poder correr 10 km, acabaram por fazer esta prova sem grande dificuldade, é uma alegria poder partilhar com eles estes momentos.

A experiência foi magnifica, as condições atmosféricas não podiam ser melhores e a partida na praia da Conceição fez-se com o nascer do sol.

triatlo-01

Fiz a partida ao lado do Eduardo, na 4ª/5ª linha da frente, ainda estávamos nós na conversa quando se dá a partida, fomos apanhados de tal forma desprevenidos que o Eduardo acabou por mergulhar com os óculos mal postos e acabou por perdê-los…e fez todo o segmento de natação sem óculos.

Depois de levar porrada durante os primeiros 200/300 metros lá me orientei e terminei este segmento sem grandes problemas.

Fiz a transição para a bicicleta devagar, pois não me queria esquecer de nada, ainda com as pernas bambas da água lá “montei” a Lapierre para 3 horas de intensidade alta.

_HUG1951

Tinha como objetivo rolar a 30 km/hora, para conseguir isso tive de gastar muita energia, algo que veio mais tarde a prejudicar a prestação na corrida. Cheguei ao fim do segmento com uma média de velocidade muito próxima ao objetivo, fiz mais uma vez uma transição lenta e finalmente cheguei ao segmento em que estava mais confortável (ou não…).

triatlo-02

Logo quando começou a corrida percebi que não seria fácil, apareceram-me imensos espasmos musculares que me fizeram reduzir a intensidade e ter como objetivo terminar a prova. Fiz uma média pior do que estava á espera, mas o desafio estava ganho.

O melhor de tudo é que tinha os meus amigos e a minha família à espera na meta, correr os últimos metros com as minhas filhas nos braços é melhor sensação do mundo.

_HUG2075

Melhor que terminar este desafio é poder ter os nossos amigos connosco,

 

Agradecimento muito, muito especial a:

  • Raquel Brinca que registou estes momentos com a sua lente e que vibrou desde o primeiro minuto até ao fim
  • À Ana, Zé, Pau, Ricardo e Sónia que fizeram questão de fazer o seu treino longo para a Maratona no meio da prova para poderem dar o seu apoio, foi tão bom vê-los (boost de energia)
  • Ao Francisco e à Isabel, são um grande orgulho, fizeram uma prova brilhante e ainda tiveram energia para me dar um apoio final
  • Ao Eduardo, que é um exemplo de dedicação, força e alegria
  • Ao Luís que fez uma excelente prova e foi um excelente companheiro de treinos
  • Ao Vasco que é o grande responsável por esta aventura, não esteve na prova, mas foi como se estivesse presente
  • À Xana, por continuar a acreditar em mim

A paixão por este deporto cresce a cada km, a cada desafio…muito bom mesmo.

Fotos: Raquel Brinca – Hug

Share.

Leave A Reply